Lab SLZ
[Cocriação e Participação]
Centro Histórico, São Luís / MA — 2018 


O Laboratório Urbano Efêmero de São Luís - Lab SLZ ocorreu entre os dias 27 de Agosto e 17 de Setembro de 2018, com o objetivo de criar um espaço de encontro para que os projetos e iniciativas que acontecem em São Luís, Estado do Maranhão, pudessem estar em rede e construir ações para uma cidade melhor.



Durante três semanas São Luís experimentou um ciclo de atividades ligadas aos temas da inovação social urbana no contexto do Trapiche Santo Ângelo (Galpões do Complexo Santo Ângelo), uma área de 4.800 m² situada no Centro Histórico da cidade, considerado Patrimônio Histórico Mundial pela UNESCO e que já estava vivenciando alguns processos de revitalização do seu patrimônio.



FERRAMENTAS





PRODUÇÃO AUDIOVISUAL



DOCUMENTÁRIO FINAL


ESTRUTURA DE TRABALHO


O LAB SLZ foi uma proposta de espaço aberto e colaborativo. A ideia base foi promover encontros para a troca de experiências de projetos e iniciativas que já existiam na cidade ou que desejavam sair do papel. Foi um momento de fortalecer e criar novas redes para tornar São Luís ainda mais vibrante. O desafio foi propor distintas atividades atrativas para a população prestar atenção ao complexo Santo Ângelo, permitindo um novo olhar sobre o território como um lugar cheio de potencial, especialmente para o desenvolvimento humano por meio da cultura e economia local.



Reunindo um público de aproximadamente 3 mil pessoas ao longo do seu funcionamento o Laboratório Urbano Efêmero partiu da aplicação da metodologia Cocriação de Diretrizes para Territórios de Interesse Público que busca o desenvolvimento do sentido de pertencimento e reconhecimento do próprio lugar a fim de revelar junto à população uma camada sensível de informações e vocações do espaço em questão. Assim, identificando vontades e desejos coletivos para o codesenho dos espaços, programas de uso e lógicas de autogestão de interesse público e de uso comum.





PONTOS DE DESTAQUES DO PROCESSO



  • Aplicação de ferramentas que provocam e promovem a participação cidadã.
  • Ferramentas de medição de carácter quantitativo e qualitativo.
  • Estímulo a proposição de atividades e troca de experiências em redes.
  • Vivenciar a experiência dos ambientes abertos e acolhedores.
  • Coleta de relatos e narrativas.
  • Reconhecimento das existências.
  • Participação e cocriação na elaboração de cenários futuros.
  • Utilização de conhecimento aberto, acessível e compartilhado.
  • Compreensão de ações de baixo custo e alto impacto.
  • Uso de materiais e um conjunto de atividades replicáveis
  • Presença nos meios tradicionais de comunicação (jornal, TV e rádio) e nas redes sociais.





Redes Sociais do Laboratório
• Facebook
• Instagram



Reportagens
• Archdaily - Laboratório Urbano Efêmero | LAB SLZ
• BID – A Transformação de São Luís


RESULTADOS DO LABORATÓRIO


Como resultado foi elaborado e disponibilizado um Relatório com todas as informações e dados coletados, que resultaram nas diretrizes a serem utilizadas na construção do programa para o projeto de requalificação dos Galpões previsto para o ano de 2020 e financiado pelo BID - Banco Interamericano de Desenvolvimento. Também foi realizado um documentário com relatos de diversas pessoas que estiveram presentes nesse processo.









DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS

Após a finalização do processo do Laboratório (Setembro de 2018) a equipe consolidou os resultados no Relatório Final e no Documentário, e em Dezembro do mesmo ano foi montada uma exposição aberta à população para compartilhar estes resultados. 




ABERTURA DA EXPO





AGRADECIMENTOS
Caro Huffmann e Mili Hurtig (Urbanismo Vivo), Josué, Erik, Camila Grimaldi, Romana, Uiran, Diana, Marcos, Hilton, Oswaldo, Rogério, Jacques, Ailton, Deck, Zeferino, Zé Rita, Pedro Jorge, Valdemir, João da Mata, Cláudio, Ojuara, Kadu, Deuza, Lucian, Camila Vale, Danielle, Tiago, Jaana, Lai, Cláudia, Gil Leros, Elailson, Creudecy e equipe IFMA, Marconcine, Dinho, Zeferina, Ana, Regina, Luciana, Jessica, Juliana, Marcia, Leury, Paulla, Luana, Walter Cunha, Tambor de Crioula e seus Mestres, Iranilde, Alexandre Couto, Juan, Jason, Clementine, Tamara, Tayana, Tatyana, Aquiles, Eloina, Luciana, Camila, Lyssa e equipe SEMPE, Café Cuxa, Souza Lanches, Corujão, Vapt-Vupt, Taverna da Fonte, Renatha, Fernanda, Bruna e Red Placemaking Latinoamerica.

Por fim, todas as pessoas que de alguma maneira participaram, incentivaram e apoiaram o Laboratório Urbano Efêmero de São Luís.


︎  ︎  ︎  ︎  ︎  ︎                 oi@translaburb.cc